Coopafes quer fortalecer a agricultura familiar e a economia solidária em Itabuna


A apresentação da diretoria da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Coopafes), que nasce com um quadro de 30 associados, foi realizada nesta terça-feira (24), no auditório do escritório local da Ceplac, em Itabuna, reunindo secretários municipais, agricultores, técnicos, servidores públicos e agentes sociais. O vice-prefeito Antônio Vieira representou o prefeito Capitão Azevedo e destacou a importância da cooperativa. O projeto foi elogiado pelo secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Antônio Marcelino Oliveira, que o considerou como resultado de uma luta iniciada a partir da reformulação daquela Secretaria há cinco anos, no sentido de fortalecer a agricultura familiar.

Oliveira destacou que a cooperativa nasce graças ao esforço de produtores e ao apoio da Ceplac, BNB, EBDA e da própria Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, que implantou o Programa de Aquisição de Alimentos com apenas 14 produtores e hoje mobiliza mais de 400 agricultores. Em Itabuna, o PAA movimenta R$ 1,4 milhão e serve como referência nacional.

O secretário acredita que a Copafes evidencia o grande potencial de crescimento e fortalecimento da agricultura familiar na região, que tem recebido todo o incentivo do prefeito Capitão Azevedo, que encara como prioridade a questão do associativismo e da geração de emprego e renda, garantindo a fixação do homem no campo e promovendo ao mesmo tempo a diversificação de culturas. “A cooperativa agrega valor e fortalece o desenvolvimento da agricultura familiar”, complementou.

O presidente da cooperativa, Tilson Geraldo de Menezes Prates, considera o projeto como um desafio e uma responsabilidade muito grande. “A nossa cooperativa foi gestada em 23 meses e nasce com a possibilidade de envolver 1.280 unidades de agricultura familiar, com 8.237 hectares cultivados. Ela é o resultado de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Itabuna, Ceplac, Caixa Econômica Federal e EBDA”, reconhece.

O diretor administrativo e financeiro da Coopafes, Rubens de Jesus, considera a cooperativa um passo importante para fortalecer a economia solidária, com o foco voltado para viabilizar o escoamento da produção e o apoio à comercialização em Itabuna e na própria região. A entidade surgiu a partir de sete associações de pequenos agricultores de Itabuna, a partir do advento do Programa de Aquisição de Alimentos, PAA, com apoio do governo federal.