Sedur elabora projeto de requalificação e humanização da Cinquentenário...

As arquitetas e urbanistas Fernanda Vinhaes e Stela Neiva, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, estão concluindo o projeto de requalificação da Avenida do Cinquentenário, que sofrerá a partir de 1º de dezembro uma série de intervenções e uma inteira repaginação estrutural para transformar-se na futura Avenida do Centenário. O projeto será apresentado à comunidade no dia 23 de novembro, às 18h30min, pelo prefeito Capitão Azevedo, em solenidade a ser realizada no Palace Hall, abrindo assim a programação oficial para os festejos do centenário de Itabuna em 2010.

Segundo Fernanda Vinhaes, a reurbanização da avenida prevê intervenções ao longo dos 1.760 metros de pista e 9 mil metros quadrados de piso, no trecho compreendido entre o Centro de Cultura Adonias Filho e Avenida Amélia Amado, onde o governo municipal também executará intervenções em parceria com o Ministério da Integração Nacional, com investimentos da ordem de R$ 12 milhões. A pista da Cinquentenário terá seis metros de largura e passeios com três metros largura.

Ela destaca no projeto a implantação de piso intercravado nos passeios, que serão levantados, e revisão da rede de drenagem, esgotos e hidrantes. A nova avenida terá faixas elevadas nas transversais, facilitando a passagem de pedestres e de portadores de necessidades especiais. Já as redes de telefonia, internet e de televisão a cabo serão subterrâneas, com retirada de obstáculos nos passeios. À Coelba caberá a instalação de novos postes e a iluminação pública é objeto de um projeto da Phillips, que deve instalar um sistema com baixo consumo de energia.

A arquiteta explica que o asfalto será recuperado e nivelado. A sinalização horizontal e vertical será revista, mas outra grande mudança será com relação à criação de espaços de lazer, com pequenos boulevards nas esquinas, com plantas, bancos, lixeiras e floreiras, humanizando a avenida.

Para Stela Neiva, que também integra a equipe técnica da Sedur, o projeto contempla a revitalização da praça Adami, com a criação de novos espaços e uma área para eventos. Na praça Otávio Mangabeira (Camacã), serão implementadas pequenas alterações no trânsito, com retornos para veículos, enquanto na praça Santo Antônio, o projeto prevê a implantação de um novo piso e iluminação, que se adequará à estrutura da nova avenida.

Uma questão com a qual o projeto se preocupou foi a acessibilidade. Serão construídos piso tátil para o trânsito de deficientes visuais e facilidades para cadeirantes, idosos e crianças. A avenida também vai ganhar bicicletários, lixeiras e outros equipamentos: “As intervenções foram determinadas após uma série de avaliações e estudos da nossa equipe, envolvendo profissionais de diversas áreas,” explica Stela Neiva.