Agentes comunitários reforçam luta contra a dengue em Itabuna



Os 350 agentes comunitários de Itabuna estão envolvidos na campanha de combate ao mosquito transmissor da dengue. O trabalho, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, foi intensificado na segunda-feira (30) e vai ampliar-se nas próximas semanas, por determinação do titular da Secretaria, Antônio Vieira.

“Os agentes já fazem um bom trabalho na prevenção de doenças e em busca de uma melhor qualidade de vida na comunidade e agora também vão direcionar atenção especial ao combate à dengue”, justificou o secretário, adiantando que o ciclo de visita que é feito a cada dois meses, seguindo a determinação do Ministério da Saúde, passará a ocorrer a cada 30 dias. Para isso, a Secretaria de Saúde está disponibilizando o dobro de funcionários em campo. “Estamos em guerra pra valer, pois só assim vamos conseguir eliminar todos os focos existentes”, enfatiza Vieira.

O secretário informou também que os bairros Maria Pinheiro e Novo Horizonte são os que apresentam maior índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti. A proposta da Secretaria é visitar todas as casas num período máximo de 30 dias.

O prefeito Capitão Azevedo ressaltou a importância da participação dos agentes comunitários porque, segundo ele, é essa soma de esforços que vai resultar na eliminação dos focos e, consequentemente, na diminuição do índice de infestação predial. “Todos nós devemos ser soldados combatentes do mosquito que tem atingido muita gente e assustado toda a população. Por isso, a colaboração de cada família é fundamental nesse trabalho”, afirma Azevedo.

O prefeito lembra que mais de 90% dos focos estão no interior dos domicílios, enquanto os canais e terrenos baldios somam apenas 5% no índice. “Daí a importância da participação das famílias, de cada pessoa em particular, dos clubes de serviço, enfim, toda sociedade para se juntar ao poder público a fim de acabar com a dengue em Itabuna.