Itabuna: Moradores comemoram mudança de vida no bairro Maria Pinheiro

O bairro Maria Pinheiro é um dos mais pobres de Itabuna e sempre ostentou a fama de comunidade violenta e sem perspectivas. Muitos de seus moradores vieram da zona rural, expulsos pela decadência da lavoura cacaueira. Para eles, o presente era carregado de transtornos e o futuro cheio de incertezas.

Nesse momento, o Maria Pinheiro começa a viver uma transformação. Caminhos por onde carros não passavam estão virando ruas, que dentro de pouco tempo serão pavimentadas; o velho e ineficiente sistema de esgoto condominial está sendo substituído por uma rede de saneamento convencional, de qualidade; 190 barracos estão sendo substituídos por casas de alvenaria; e encostas já são protegidas por muros de contenção.


O cenário no bairro muda velozmente e, em consequência, melhora a expectativa da população. Com um nome que expressa o que ela traz no coração há 25 anos, a dona de casa Santa Esperança Nascimento, conhecida como Santinha, não vê a hora de entrar em sua casa nova. A construção, na Rua Central, está quase pronta, com sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço. Bem diferente do barraco de apenas um cômodo, separado por cortinas improvisadas, onde ela vive hoje com seus três filhos.


“Eu sinto uma alegria muito grande, a mesma que outros moradores do bairro estão vivendo, porque esse trabalho vai beneficiar muita gente”, festeja a dona de casa. Ela acredita que a construção de casas e outras intervenções de infraestrutura acabam repercutindo na redução da violência. “As pessoas estão contentes e a gente percebe que isso torna a comunidade mais tranquila e alegre”, afirma.


A mesma satisfação é demonstrada por Maria Simone dos Santos, que mora no Maria Pinheiro há 22 anos. Seus nove filhos já não residem com ela, mas o barraco é compartilhado, além do marido, com dois netos. “O que está acontecendo aqui é uma coisa muito boa para o bairro e nós agradecemos a esse governo, porque nenhum outro fez tanto pela nossa comunidade”, diz Maria Simone.


As obras no Maria Pinheiro são fruto de uma parceria da Prefeitura de Itabuna com o Ministério das Cidades, contando com recursos de R$ 4,7 milhões do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS). Além dos investimentos em infraestrutura, o projeto contempla ações voltadas à melhoria da qualidade de vida. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e a Emasa realizam a parte física da intervenção.