Previsão de Falta d'água em Itabuna

Devido à falta de chuvas regulares neste período na região e, conseqüentemente, a queda de vazão na bacia do Rio Almada, onde é feita a captação para abastecer o município de Itabuna, a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) adverte a população para a necessidade da racionalização da água tratada.


O presidente da Emasa, Alfredo Melo, reunido nesta segunda-feira (07) com todo o seu corpo funcional, acionou o alerta para o plano de contingência, que entrará em funcionamento caso não chova nos próximos dez dias, quando a água passará a ser captada na estação de apoio de Castelo Novo. O sistema de emergência sendo acionado, inevitavelmente haverá racionamento de água.


Segundo o diretor-técnico Marcus Habib, a vazão do Rio Almada já começa a sentir os efeitos da seca, e o engenheiro Daniel Gonçalves Neto, assessor da área técnica da empresa, informou que muitos vazamentos de água na cidade já foram controlados, aumentando um pouco a oferta, mas, ainda assim, a população deverá economizar, evitando lavagem de carros, por exemplo, para não faltar água neste verão.