Projeto Terreirada terá apoio logístico para eventos em Itabuna


Os secretários de Indústria, Comércio e Turismo, Carlos Leahy, de Assistência Social, José Antônio Formigli Rebouças, e de Educação, Gustavo Lisboa, estiveram reunidos com técnicos da prefeitura e os coordenadores do Projeto Terreirada, que pretendem promover, no primeiro trimestre de 2010, um seminário em parceria com o governo municipal e a Superintendência de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia. O projeto, segundo o coordenador José Aldiclei Silva Lima, envolve a realização de um seminário sócio-educativo e cultural das casas de matriz africana, com a participação da titular do Sepromi, Vanda Sá, e palestrantes de diversos estados, culminando com a realização de um ato público e a lavagem da praça de Camacã.

Carlos Leahy informou que o governo municipal, em função de limitações financeiras, orçamentárias e institucionais, se dispõe a oferecer apoio logístico ao projeto, criando facilidades para a realização do evento e oferecendo infraestrutura de apoio ao ato público, em conjunto com as demais secretarias. Destacou ainda que a prefeitura vem estimulando a realização de manifestações fora da Cinquentenário para não atrapalhar o funcionamento do comércio.

O secretário de Assistência Social, José Antônio Formigli Rebouças, parabenizou a proposta da organização do evento e fez um relato das ações realizadas na área de promoção da igualdade, atuando em defesa da inclusão social e de projetos integradores para idosos, jovens e mulheres.

Gustavo Lisboa apresentou um relato dos avanços na Secretaria de Educação, hoje desmembrada da cultura, que tem investido em projetos de igualdade racial, mas tem seus recursos direcionados apenas para investimentos no campo do ensino formal, podendo oferecer apoio logístico a esse tipo de atividade.

A apresentação do projeto teve também a participação de Luiz Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense (Acaí), entidade que promove oficinas de teatro, dança afro, informática, artesanato, capoeira e percussão, com apoio do Programa Mais Cultura, que fez uma exposição sobre a proposta do seminário incluído no Projeto Terreirada.