Missão: Investigação sobre desvio de carga fornecida pelo Ministério da Agricultura



O Secretário de Administração, Gilson Nascimento, estará encaminhando ainda nas próximas horas uma queixa-crime para que a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos investigue o desvio de seis a sete fardos de suco de frutas fornecidos ao município pelo Ministério da Agricultura. O produto teria como destino o Restaurante do Povo e sete garrafas foram apreendidas quando comercializadas a R$ 2,00 a unidade, em um supermercado no Pedro Jerônimo.
O caso já está sendo investigado inicialmente pela corregedoria da Prefeitura Municipal de Itabuna, coordenada pelo advogado Florisvaldo Monteiro e, em função do inquérito, foram exonerados dois comissionados e afastado um servidor efetivo da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Itabuna, que será submetido a processo disciplinar que poderá resultar na sua demissão. Os nomes dos envolvidos serão divulgados com o final do processo.
Ele explicou que assim que recebeu a denúncia destacou uma equipe de fiscais da Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo e um integrante da Guarda Municipal para que iniciassem as investigações e a apreensão do material comercializado indevidamente em um supermercado na periferia da cidade. A equipe também teria identificado os responsáveis pelo desvio.

Um total de 45 mil garrafas de suco seriam destinadas o Restaurante do Povo e, segundo o secretário, pelo menos seis fardos do produto teriam sido desviados ou distribuídos entre as pessoas que trabalhavam descarregando o caminhão. Ele considera que o assunto mesmo com o inquérito em andamento na Corregedoria Municipal, agora é também de competência da Polícia Civil.