Câmara de Vereadores de Itabuna discute estadualização

A Câmara de Vereadores de Itabuna promoveu na noite de terça-feira (26) sessão especial para discutir a crise do Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães (Hblem) e a proposta de estadualização pelo governo do Estado. O assunto é bastante comentado na cidade, uma vez que a população faz severas críticas ao hospital.
Com a participação de quase todas as entidades sindicais de Itabuna, quem não compareceu foi à grande maioria dos próprios vereadores. Apenas três estiveram no plenário: Ricardo Bacelar, Wenceslau Júnior e Claudevane Leite, este último que solicitou a reunião.
De acordo com Claudevane Leite, a opinião das pessoas no plenário foi quase que unânime a favor da Estadualização. Para o vereador, a melhor solução neste momento é a estadualização para reverter, urgentemente, o quadro do Hblem. Vane completou que sob a sua gestão, o Estado irá assumir todo o custeio do Hospital de Base e poderá contratar em regime de urgência equipamentos para substituir os existentes, sucateados, ou comprar aqueles necessários.
No decorrer da seção, houve muito barulho e o público presente saiu frustrado com a impressão de que tudo não passou de mais uma reunião.
Segundo Andrés Castro Alonso Filho, o superintendente de Gestão e Regulação da Atenção à Saúde da Sesab, o Hospital de Base vive uma crise interna, com a má gestão do município. O representante do Estado pontuou que quando o Município tiver condições de assumir novamente os custos, a gestão será repassada.
Fonte: http://www.radarnoticias.com/ver.php?id=1778