2° tempo do ciclo de cursos da GCM de Itabuna

Nos dias 25 e 26 foi ministrado o curso de Direção Defensiva pelo Agente de Transito Heberkley, que também é instrutor da Escola de Formação de Condutores de Itabuna. Nos dias 27 e 28 foi ministrado o curso de Gerenciamento de Crise e Planejamento Estratégico, pelo Sub. Insp GCM Fróes.
Estes dois cursos fecham o ciclo de capacitação de janeiro, já foram ministrado os cursos de Defesa Pessoal, Leis e Notificações de Transito e Liderança e Gerenciamento Institucional.
Estes cursos estão sendo ministrados por parceiros e prata da casa na coordenação o NTAPp (Núcleo Técnico Administrativo Psicopedagogico) da GCM na pessoa do Valdir Santos membro desta corporação.
Aguardem que em fevereiro tem mais cursos, pois este é um projeto do NTAPp da Guarda Municipal de Itabuna, que vai trabalhar com formação continuada, dando assim maior qualidade no serviço prestados, pelos seus agentes.
Ao ser entrevistado pela ASCOM da GCM (Assessoria de Comunicação da Guarda Civil Municipal de Itabuna), o instrutor do curso de Direção Defensiva, respondeu as seguintes perguntas:
ASCOM - Qual a importância deste curso para os integrantes da GCM?
Instrutor - Com a pratica das técnicas de Direção Defensiva vai conscientizar que o mais importante é a preservação da vida, do que multas e pontos no prontuário.
ASCOM- O que mais lhe chamou atenção no projeto de formação continuada para a GCM?
Instrutor- A aceitação do curso e o interesse do grupo em contribuir com o S.N.T (Sistema Nacional de Transito).Onde o município esta integrado.
ASCOM- Qual a sua satisfação em ser parceiro do projeto?
Instrutor- A minha satisfação é saber que existem pessoas interessadas em melhorar a segurança no transito .
Por que a sociedade esta preocupada em chorar as “vitimas” da violência. Entretanto o transito mata muito mais.
Ao ser entrevistado pela ASCOM da GCM (Assessoria de Comunicação da Guarda Civil Municipal de Itabuna), o instrutor do curso de Gerenciamento de Crise e Planejamento Estratégico:
ASCOM – O que o curso de Gerenciamento de Crise e Planejamento Estratégico pode ajudar a GCM?
Instrutor – Preparando a GCM para gerenciar situações de crise, tendo como um modelo o sistema normatizador da SENASP.
ASCOM – Como e quando poderá ser aplicado os conteúdos ministrados no curso:
Instrutor – Em uma situação de crise, ex. seqüestro com reféns, ou desastres naturais a exemplos do Rio de Janeiro.
ASCOM – O que mais lhe chamou a atenção, neste projeto de formação continuada?
Instrutor – O comprometimento em manter a GCM qualificada e atualizada.
Redação: ASCOM; Texto: Sub.Insp.Mauricio