PREFEITURA, POLÍCIA MILITAR E GUARDA MUNICIPAL DEFINEM A VOLTA DA PATRULHA DO SOM

Como desdobramento do encontro na quinta-feira, no gabinete do prefeito Claudevane Leite, quando foram discutidas ações contra a violência em Itabuna, a Prefeitura e o 15º Batalhão de Polícia Militar definiram a volta da Patrulha do Som a partir de amanhã. A equipe estará nas ruas, entre as 20 de sábado e 2 horas da manhã do domingo, para as ações de fiscalização de bares, casas de show e de espetáculos, lojas de conveniência em postos de gasolina e outros locais.

O secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Lanns Almeida Filho, disse que não será mais permitida, nos finais de semana, a utilização de sonorização que exceda os 60 decibéis e prejudica moradores vizinhos a estabelecimentos comerciais que vedem bebidas ou promovem shows artísticos. A fiscalização da Patrulha do Som também vai coibir a utilização de sonorização automotiva alta e os paredões de som.
A ação vai abranger as avenidas Manoel Chaves, no São Caetano, e as praças públicas dos bairros Pontalzinho, Santo Antonio, Fátima, Califórnia e Jardim Primavera, dentre outras. Os fiscais da Prefeitura e os integrantes da equipe terão suporte de viaturas das polícias Militar e Civil e da Guarda Civil Municipal. Também estarão utilizando decibelimetro para medir altura e potência da sonorização utilizada.
Os aparelhos de sonorização apreendidos nos estabelecimentos comerciais, veículos automotivos e paredões ficarão retidos sob a custódia do 15º Batalhão de Policia Militar que os encaminhará ao Ministério Público estadual, a quem competirá apresentar ação judicial que coíba o abuso e puna o infrator.
O encontro que definiu pela volta da Patrulha do Som foi realizado nesta sexta-feira no comando do 15º BPM com a participação do tenente-coronel Ubiraci Barbosa, secretários Lanns Almeida Filho, da Agricultura e Meio Ambiente, e Roberto José da Silva, de Transportes e Trânsito; do chefe da Diretoria de Fiscalização de Trânsito da Settran, Manoel Junior, e comandante da Guarda Civil Municipal, Fábio Barreto.
Fonte PMI

PREFEITURA E REPRESENTANTES DA SEGURANÇA PÚBLICA, DO JUDICIÁRIO E DE ENTIDADES ORGANIZADAS DISCUTEM VIOLÊNCIA

Sob a coordenação do prefeito Claudevane Leite, autoridades da segurança pública, do judiciário, Ministério Público, Câmara de Vereadores e representantes de entidades civis, discute esta tarde formas de integração dos órgãos e sociedade civil com o propósito de enfrentar os crescentes índices de violência em Itabuna. Na abertura da reunião, em seu gabinete, o prefeito chamou a atenção para a emergência dos números da violência, que atinge a juventude e coloca a população em permanente estado de alerta.
Estão presentes o comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, Ubiraci Barbosa, e da Polícia Rodoviária Federal, Marcos Vinícius; o coordenador da 6ª Coordenaria de Polícia, Evy Pasternostro; o Juiz da Vara da Infância e Juventude, Marcos Bandeira; o promotor da Infância e Juventude, Alan Góis; o presidente da Câmara de Vereadores, Aldenes Meira, e representantes de entidades civis como Associação Comercial, CDL, Maçonaria e sindicatos, além de vereadores e secretários municipais.
Segundo o prefeito, a administração municipal tem interesse em ouvir as autoridades e a sociedade civil sobre os esforços que têm sido feitos para reduzir os índices da violência em Itabuna, que está no patamar de emergência e discutir meios de integrar as ações, com os segmentos colaborando entre si. "Nossa intenção é encaminhar procedimentos e sugestões que surjam no debate para aos governos estadual e federal, de quem deveremos cobrar ação ainda mais efetiva no combate à criminalidade e suas causas, para que nossa cidade possa respirar paz", disse Vane.
Para o delegado da 6ª COORPIN, Evy Paternostro, a reunião marca o interesse prioritário do governo municipal em intensificar as ações que agreguem melhorias na segurança pública da cidade. "A junção de todos os órgãos de segurança pública e da sociedade civil organizada é de extrema importância para intensificar essas ações. O plano de segurança do governo estadual se estende em ações transversais do Pacto pela Vida, onde órgão e entidades ajudam nas ações específicas de segurança. Esse é o primeiro passo para que esse programa possa atender com intensidade as necessidades de Itabuna", observou o delegado.
Fonte PMI

GUARDA CIVIL MUNICIPAL RECEBE HOMENAGENS E CERTIFICADOS EM ITABUNA

Com os certificados do Curso de Capacitação de acordo a matriz nacional do Ministério da Justiça já em mãos, 19 agentes da Guarda Civil Municipal ouviram emocionados as palavras de apoio, incentivo e reconhecimento proferidas pelo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, na tarde de quarta-feira. Em solenidade no Gabinete do Prefeito, a Secretaria da Administração e o comandado da Guarda concluíram mais uma etapa do curso de capacitação.

Com uma carga horaria de 288 horas/aulas, os guardas civis municipais tiveram orientações teóricas e práticas sobre diversos temas, além de conhecimento e qualificação que resgatou para o grupo a autoestima. Este foi o caso dos agentes da GCM Jeová Santos e Edmundo Portella Passos, integrantes da Guarda Civil Municipal há 29 e 26 anos, respectivamente.
Este foi o primeiro curso aplicado pelos próprios agentes da guarda aos integrantes da corporação que possuem alguma graduação acadêmica. Atualmente 50% efetivo são de graduados e graduandos e a Secretaria da Administração vem investindo em cursos de capacitação. Para o mês de março prepara o curso de técnica operacional.

Na solenidade de entrega dos certificados Vane destacou ainda esforços da atual administração para atender exigências do Ministério da Justiça. "Atualmente, a Guarda é independente, está mais bem equipada, mesmo em meio às dificuldades. Lutamos para que tivesse fardamento completo e hoje nossos Guardas já são reconhecidos pela comunidade pela sua atuação", expressou.
Além de destacar o suporte para a realização de cursos de especialização e capacitação, Vane agradeceu aos guardas civis municipais pela compreensão e pelos serviços prestados a comunidade. "É o itabunense que tem a ganhar com uma Guarda Municipal estruturada", sentenciou.
Para muitos agentes, a atual administração municipal tem mostrado empenho para manter a corporação atuante, inclusive promovendo ajustes no Regimento Interno. "Temos fardamento digno e como comandante um integrante da própria Guarda", lembrou o GCM Edmundo Porttela, faixa preta em Karatê.
Segundo disse, além de participar da capacitação, foi convidado a dar aulas de manuseio da pompa (cassetete) e de técnicas de defesa pessoal. "Coloquei em prática as técnicas do Karatê e isso me deixou alegre por saber que posso contribuir de forma positiva para o crescimento dos meus colegas", afirmou.
O GCM Jeová Santos se disse feliz por participar do primeiro curso ao longo dos seus quase 30 anos na Guarda Civil. "Aprendi muito e espero que venham outros cursos, pois, conhecimento nunca é demais. A velha Guarda também precisa ser qualificada", resumiu.
Na solenidade também estavam presentes o comandante da Guarda, Fábio Pinheiro, secretaria da Administração, Mariana Alcântara; presidente da FICC e secretário de Transporte e Trânsito, Roberto José da Silva, além dos vereadores Valéria Moraes e César Brandão.
Fonte PMI

Em aperfeiçoamento continuado

No dia 20/02, prepostos da Corporação, participaram de uma capacitação continuada, a respeito da utilização de equipamentos Spark. Ministrado no local CAIC, componentes da corporação que compõe o Projeto Crack é Possível Vencer, receberam do Comandante Insp. Fábio, este curso.

Relembrando, sobre o Projeto Crack é Possível Vencer: É um projeto federal, que Itabuna, foi uma das poucas cidades da Bahia, que esteve habilitada a recepcionar este projeto. Atualmente, composto também por prepostos da Corporação Guarda Civil Municipal, este projeto, tem outros servidores da Prefeitura, de secretarias municipais diversas, a exemplo da Saúde e Assistência Social.

Mais uma vez, o Comandante Insp. Fábio Pinheiro, demonstra juntamente aos prepostos, estar habilitado a continuar a nortear as ações presentes e futuras desta Corporação.

Jonathan, conduzido pela Guarda, por assaltar duas pessoas

Este cidadão, foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil, após o pedido de socorro de duas pessoas. O flagranteado, estava simulando uma arma de fogo. Esta condução iniciou nas aproximações, da Rua José Alves Franco, no Bairro de Fátima. Onde as guarnições GETAM, GOAP  e o Inspetor plantonista faziam rondas nas escolas da área.

Por volta das 22:00h do dia 17/02, esta situação foi solucionada pela Corporação. Relembrando de alguns fatos; esta área é de intenso movimento, de furtos e roubos. Onde nesta semana, já constam 1 homicídio e 1 tentativa de homicídio. Salientando ainda, que ao levantar a ficha deste rapaz, e investigar o caso, lembramos do assalto ocorrido nesta mesma área a uma Guardete, que ia ao seu posto de serviço.

Ao ser interrogado o conduzido, pelos Agentes Policiais, o nosso espanto: "O cidadão conduzido, assume a autoria do roubo!"

O Conduzido chama-se Jonathan da Silva Oliveira, apreendido e conduzido, próximo a Escola Municipal Betel, no Bairro de Fátima.

Toda a comunidade Itabunense, agradece mais uma ação limpa e contundente ao mundo do crime, desenvolvido pelos prepostos da Guarda Civil Municipal.

Resultado: Lavagem do Beco do Fuxico

Nesta missão; "Lavagem do Beco do Fuxico", que teve início no dia 06/02/15 e término 08/02/15, contamos com o prepostos dos Grupamentos GETAM e GOAP e Inspetores. O Comando avançado desta operação, foi implantado na Base Central, com o suporte da Central de Rádio, sendo inaugurada para esta missão.

Com a presença do Comando Maior da Guarda Civil Municipal de Itabuna, na Base Central, conseguimos tomar decisões com maior brevidade, afim de solucionar qualquer que seja a eventualidade. A logística da reidratação, alimentação e descanso dos prepostos, foram alvo de toda a atenção, do Comando Maior. Dentro desta missão maior, uma das missões secundárias, foi fazer a segurança do cantor, Luiz Caldas, do ponto de origem ao local onde ele cantaria para o povo.
Esta missão, estava sendo gerenciada pelo Comando Maior da Guarda Civil Municipal de Itabuna, tendo em seu corpo; o Comandante Inspetor GCM Fábio Pinheiro, Coordenador GETAM Inspetor GCM Pereira, Coordenador GOAP Inspetor GCM Roberto, Coordenador Núcleo Educacional Inspetor GCM Santos, Inspetor GCM Portela, Inspetora GCM Rose, Inspetor GCM Neris, Chefe de Setor GCM Marques.

Estacionamento de moto sobre a Praça

No último dia 04/02, uma das ocorrências, foi o trânsito e estacionamento irregular de uma moto tipo cinquentinha, sobre a Praça Otávio Mangabeira - (P.O.M). Os plantonistas da Base Central, foram acionados e interviram no fato. 

O proprietário do veículo, não tinha seus documentos pessoais em mãos, tão pouco do veículo. Foi permitido que, conseguisse um familiar, que trouxesse estes documentos, afim de, confirmar sua propriedade, do contrário este veículo e o condutor, seriam encaminhados, para procedimentos de rotina.  
Por volta de trinta minutos, o assunto foi resolvido, o condutor do veículo comprovou sua propriedade e sua identificação, sendo assim, notificado pelo trânsito e estacionamento em local indevido.

Base Central inicia suas atividades

Localizada na Praça Otávio Mangabeira, localizada entre a Avenida Fernando Cordier, Rua Maria Ferreira, Avenida do Cinquentenário e Rua Professor Alício de Queiroz. Tem aproximadamente 400 m², com um fluxo diário em média de 2 mil pessoas.
Neste ambiente contamos com a presença, de um parque infantil, Microempresários, e ambulantes.
Os serviços da Guarda Civil Municipal de Itabuna, não poderia estar de fora, desta rotina.



A Base Central - (B.C), estar então em funcionamento desde o dia 26/01/15, sendo subordinada diretamente ao Comando Maior da Guarda Civil Municipal e Gerenciada pelo GCM Marques, auxiliado pela GCMF Sessa.



Estar disponível, aos transeuntes, os seguintes serviços; informação sobre repartições públicas ou privadas, mediação de conflitos, preservação da flora local, continuidade da ordem pública, dentre outros.

A Base Central, faz parte de um projeto continuado do Comando Maior da Guarda Civil Municipal, que visa a redução da criminalidade, até então presentes nas praças centrais da Cidade. "Com os serviços, diuturnos desta Base, atenderemos com maior precisão as praças centrais, em parceria conjunta com outras repartições municipais...", diz o Comandante Geral da Guarda Civil Municipal o Inspetor Fábio Pinheiro. 

Estágio para Jornalista em Área de Conflito – Uma preparação eficiente

O Centro de Comunicação Social do Exército recebeu uma mensagem de um ex-integrante do Estágio para Jornalista em Área de Conflito realizado pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), sediado no Rio de Janeiro, cujo teor enaltecia as atividades desenvolvidas durante a atividade e o quanto o aprendizado lhe foi útil.
 
A finalidade do Estágio é transmitir conhecimentos específicos das operações de paz em ambiente de conflito, sob a égide das Nações Unidas e o aluno, durante as duas semanas de intensas atividades, recebe noções sobre características, particularidades e aspectos relacionados à segurança neste tipo de ambiente operacional, buscando propiciar aos profissionais da imprensa informações e cuidados necessários à realização de suas reportagens.
 

O jornalista brasileiro atua como repórter especial da Revista Tecnologia & Defesa, cobrindo a guerra da Ucrânia e frequentou a primeira turma em 2008. Sua mensagem apresentava o seguinte teor:
 
"Tive a honra de fazer parte da turma pioneira do curso de corresponde em areas de conflito no entao CIOPAZ, do EB, em 2008. Lá me ensinaram que em terreno minado ou suspeito se caminha pisando no mesmo local daquele que segue à frente, na coluna. Com isso sempre em mente, segui atrás de um soldado, caminhando sobre suas pegadas em meio à neve, que chegava às canelas. Não tirava meu olho dos passos dele. Esse foi um detalhe que salvou minha vida e a do meu desatento acompanhante, que seguia logo atrás de mim e não parava de falar, emocionado por estar a poucas centenas de metros de distância das linhas separatistas. Durante a caminhada, momento em que atravessávamos um cemitério, eu vi um fio quase encoberto a apenas um passo de mim, que cruzava o caminho e que, aparentemente - para sorte dele -, não havia sido notado pelo soldado a minha frente. Num golpe de reflexo eu parei, a neve ajudou a me segurar e com os dois braços eu segurei o acompanhante que já iria "me ultrapassar". Foi por pouco. Era uma armadilha, com um fio conectado a um explosivo e que teria nos levado pelos ares...

Fonte Eb Mil