Guarda Civil Municipal recebe capacitação para dar suporte às operações no trânsito

Na manhã de ontem, terça-feira, (01.11) a Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito – SESTTRAN cumpriu mais uma etapa do cronograma de capacitação anual previsto para a Guarda Civil Municipal - GCM, em 2017. A atividade foi ministrada no auditório da Escola Pública Municipal de Trânsito do órgão e abordou as temáticas de “educação para o trânsito e o seu papel junto ao Agente de Segurança” (pela Prof.ª. Elesandra Bispo) e “Técnicas de manuseio do Palmer”, equipamento portátil para registro de infrações de trânsito, que funciona como um talão eletrônico para expedição de multas de trânsito, que foi ministrada pela Administradora e Técnica da Empresa de Gerenciamento e Controle de Trânsito – GCT, Brunna Damasceno.
A capacitação contemplou 33 trinta e três GCMs, os quais prestarão apoio às atividades que os Agentes de Trânsito desenvolvem, sobretudo nos bairros periféricos, ainda carentes de intervenções na fiscalização, educação e ordenamento do trânsito. A medida está respaldada na Lei Federal N° 13.022/2014 (que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais) que fundamentou a expedição da Portaria Sesttran Nº. 31/2017, que autoriza e credencia os GCMs para excepcionalmente atuarem como Agentes de Trânsito, podendo os mesmos emitir autos de infração e outras providências.

O Secretário Cláudio Dourado, titular da pasta, ressalta "que o órgão vem desenvolvendo um conjunto de ações visando à capacitação e valorização do seu efetivo e melhor organizar a parte burocrática dos diversos setores da Sesttran, com o objetivo de proporcionar aos munícipes um trânsito mais organizado e seguro: já estamos em processo final de regularização das pendências detectadas através de auditorias internas”, finaliza.  
Já o Subsecretário de Segurança e Policiamento do órgão, Ten. Cel. PM Washington Idilceu Bastos informou que “a medida visa coibir as irregularidades no trânsito, como o estacionamento em locais inapropriados (veículos parados nos pontos de ônibus ou sob as calçadas) e discipliná-lo, sobretudo nas localidades com grande fluxo de veículos, a exemplo dos bairros que possuem feiras livres como o São Caetano”, enfatiza. Após o treinamento teórico, os GCMs também passarão por treinamentos práticos.
Redação e Fotos: Rita Barros